Devidos aos recentes incidentes com vírus ransomwares ocorridos no Brasil e no mundo, o Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, CAIS/RNP, tomou a iniciativa de realizar recomendações de segurança aos usuários das redes acadêmicas. O objetivo é de reforçar as precauções contra esses vírus que podem infectar computadores e comprometer os dados do usuário. 

Em cerimônia solene ocorrida no dia 16 de fevereiro, realizada nas dependências do Exército, foi assinado pela rede GigaCandanga o Memorando de Entendimento com a ANSP (an Academic Network at São Paulo), possibilitando a cooperação e o compartilhamento mútuo de experiências e o desenvolvimento de trabalhos conjuntos entre as redes, tendo como foco resiliência, segurança, eficiência e atualidade tecnológica.

A GigaCandanga é uma rede metropolitana de educação e pesquisa que integra instituições de pesquisa e de ensino superior no Distrito Federal. A rede foi lançada em 2005 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) sendo implantada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). A rede é baseada em uma infraestrutura de fibras ópticas própria de 527 Km ligada ao backbone da RNP e já conta com a adesão de 36 instituições.

No dia primeiro de dezembro foi realizada a reunião anual dos Comitês Gestor e Técnico da rede GigaCandanga no auditório do Centro de Informática da Universidade de Brasília, CPD/UnB. A reunião foi presidida pelo Professor Leonardo Lazarte, presidente do Comitê Gestor, e pelo professor André Drummond, presidente do Comitê Técnico da GigaCandanga, e contou com a participação de cerca de 45 convidados e representantes das instituições participantes. A reunião realizada anualmente busca discutir os avanços e ampliações realizadas na rede durante o ano e traz delineações para as futuras etapas.

O Centro de Operações da rede GigaCandanga (NOC) é situado no centro de Brasília e é responsável pela operação e monitoramento técnico da GigaCandanga. O monitoramento da rede é feito em escala 24x7 com equipamentos de alta tecnologia e por uma equipe especializada. A topologia física da rede possui atualmente 527 quilômetros de fibras ópticas e é composta por 8 concentradores que conectam todas as instituições ligadas à rede totalizando 50 pontos de acesso. Inicialmente a rede foi implantada apenas no Plano Piloto, estendendo-se posteriormente para outras regiões administrativas do Distrito Federal, dentre elas Gama, Brazlândia, São Sebastião, Planaltina e Ceilândia.

O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) é o mais novo membro participante da rede GigaCandanga. Atualmente o Conselho congrega 562 unidades educativas implantadas em todo o Brasil, reunidas em 38 institutos federais, dois centros federais de educação profissional e tecnológica e o Colégio Pedro II. A intenção de adesão à rede surgiu com a necessidade de atender à comunidade acadêmica e interligar o Conif às suas unidades com uma conexão mais rápida que permita uma melhor experiência de acesso à Internet.

A GigaCandanga está promovendo o desenvolvimento do Sistema de Gerenciamento de Infraestrutura (SiGI), que trará novas possibilidades para o gerenciamento dos dados da rede, facilitando o controle das informações e dos ativos por meio de automação do processamento da informação e das diversas formas de visualização dos dados de forma clara e precisa.