Em cerimônia solene ocorrida no dia 16 de fevereiro, realizada nas dependências do Exército, foi assinado pela rede GigaCandanga o Memorando de Entendimento com a ANSP (an Academic Network at São Paulo), possibilitando a cooperação e o compartilhamento mútuo de experiências e o desenvolvimento de trabalhos conjuntos entre as redes, tendo como foco resiliência, segurança, eficiência e atualidade tecnológica.

A ANSP é uma rede criada em 1988 pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) com o intuito de oferecer à comunidade de São Paulo os meios tecnológicos para o acesso a informação de todo o mundo. A ANSP desenvolve e mantém infraestrutura e serviços de internet e de comunicação de dados que colaboram no desenvolvimento de projetos colaborativos e de inovação em larga escala. Já a rede GigaCandanga foi criada em 2006 por iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Informações e Comunicações (MCTIC) e conecta instituições ligadas ao ensino e a pesquisa no Distrito Federal por meio de uma avançada rede de fibra ópticas. A GigaCandanga atualmente possui 36 instituições vinculadas e se extende por mais de 527 Km em todo o DF.

A GigaCandanga tem como proposta desde sua implantação, a realização de parcerias com outras redes e instituições que estejam em sintonia com os seus objetivos. Entre as parcerias já estabelecidas estão a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), o Ministério da Educação (MEC) o Governo do Distrito Federal (GDF) entre outros. Sendo a ANSP a sua mais nova parceira, novas possibilidades se abrem para a GigaCandanga em áreas como visão estratégica, inovação, prospecção, capacitação, gestão, operações e infraestrutura. 
 
Entre os principais objetivos da parceria estão promover e pesquisar novas tecnologias para uso em redes, prospectar e implantar ferramentas e sistemas para gestão, gerar capacitação de alta qualidade, criar ações em conjunto de suporte à rede e compartilhar infraestrutura e informações. O memorando entrou em vigor no dia 16 de fevereiro de 2017 e terá vigência indeterminada. Ambas as redes poderão trabalhar em conjunto e compartilhar ferramentas, processos e técnicas desenvolvidas.