A GigaCandanga é voltada para as instituições brasileiras de ensino e pesquisa. As solicitações para adesão devem ser submetidas à aprovação do Comitê Gestor, constituído pelos representantes das Instituições participantes no consórcio.

O início do processo de adesão se dá por meio do envio de documento oficial do órgão para o Comitê Gestor expondo os objetivos e necessidades de adesão da instituição à GigaCanganda, bem como, os benefícios que serão alcançados com essa adesão. Este ofício deve ser assinado pelo dirigente máximo da instituição. O processo de adesão à GigaCanganda compreende três etapas:

  • Aprovação pelo Comitê Gestor;
  • Contato com Comitê Técnico para lançamento da última milha;
  • Contato com a gestora administrativa para assinatura de um instrumento jurídico.

Após o recebimento do documento, o presidente do Comitê Gestor verifica se a Instituição tem o perfil adequado para participar da rede, em caso positivo, encaminha a solicitação para aprovação do Comitê Gestor, na próxima reunião agendada, dando assim, prosseguimento ao processo de adesão. 

Após a aprovação a Instituição receberá um ofício do Comitê Gestor informando que deverá iniciar o processo de lançamento da última milha para o acesso,  que deverá ser de responsabilidade da instituição, entrando em contato com o Comitê Técnico. Este por sua vez, informará as empresas existentes no mercado e acompanhará os serviços de lançamento.

Concomitante ao lançamento da última milha a instituição deverá fazer contato com a gestora administrativa para assinatura de um instrumento jurídico que possibilitará o repasse de recursos para gestão,  operação e manutenção da rede. Para melhor entendimento dos processos veja os fluxos abaixo:

                                    Execução do Instrumento Jurídico                                     Inclusão da Instituição                                            Conexão da Instituição